O evento, voltado para pacientes e familiares, aconteceu no Centro de Tratamento Oncológico - CTO e foi organizado pela Radio Serra

 

A Jujuba chega e logo a sessão de fotos e carinhos começa. É assim, todas as vezes que a cadela, da raça Golden Retriever, uma agente (canina) do Grupamento de Operações com Cães, do canil Rufus Von Kru Gdorf, da Guarda Civil Municipal, visita o Centro de Tratamento Oncológico - CTO, um espaço voltado para quem está na luta contra o câncer. Desde muito nova, com dois meses de vida, ela alegra não só os pacientes, mas também as pessoas que estão envolta: pais, filhos, tios, irmãos, avós, amigos. Hoje (21), não foi diferente. No evento promovido pela Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos - APPO e pela Radio Serra, lá estava ela usando a sensibilidade canina para deixar tudo muito mais leve.

 

“Eu amo cachorro”, deixa muito claro a Maria Vitória Pereira Jorge, 10 anos, que conhece a Jujuba desde que as duas eram mais novas. “Eu vinha aqui sempre acompanhar o tratamento da minha mãe”. A mãe, Eliane Isidoro Pereira Jorge, que venceu um câncer de mama, não esconde o tanto que gosta de cachorro também, especialmente da Jujuba. “Desde 2017 eu venho aqui. A primeira vez que a guarda chegou aqui com a Jujuba foi uma surpresa maravilhosa. Pra gente que está em tratamento, você chega aqui, brinca com o cachorro e esquece aquilo que vai enfrentar”, conta.

 



Claro, que a Jujuba tirou foto com cada paciente que chegava no CTO hoje, mas não eram eles os únicos que queria aproveitar a presença da agente da Guarda. “Não só os pacientes, mas a equipe de profissionais adora esse contato com a Jujuba”, ressalta Aline Barbosa, psicóloga da APPO, que lembra que a ação de hoje buscou o contato espontâneo com o paciente oncológico que buscam o tratamento de quimio, radio ou para consultas de tratamento de rotina. “Hoje, além da cinoterapia, dentro desse projeto idealizado pela Radio Serra e apoiado pela APPO e CTO, oferecemos massagem, café da manhã. Um carinho, um acolhimento, que conta ainda com psicólogos, nutricionistas, médicos, dando suporte aos pacientes e familiares, para uma abordagem leve, sem tratar do quadro clínico”, destaca.

 

A cinoterapia, que foi retomada esse ano pela Guarda Civil, promove bem-estar físico, emocional, cognitivo e social e tem o “melhor amigo do homem” como principal agente terapêutico. “É um trabalho fundamental prestado pela nossa Guarda Civil, que felizmente conseguimos fazer com que retornasse. Os cães são a alegria não só dos pacientes, que passam por um momento muito  difícil, como também dos familiares, que estão ali acompanhando todo esse processo”, destaca o prefeito interino Hingo Hammes.

 


Para o superintendente geral da Guarda, José Augusto Antônio de Carvalho, é um trabalho fundamental também para os guardas e para os animais que participam de ações como a de hoje e do trabalho contínuo de atendimento aos pacientes do CTO. “O trabalho acontece há cinco anos e só foi interrompido pela pandemia. Retornou este ano e no que depender da gente continuará sempre”. A cinoterapia acontece sempre às terças-feiras, às 9h30, de forma quinzenal.

 

 


 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem