Foto: PMP/divulgação

 

Rede pública fechou a quarta-feira sem pacientes internados em leitos clínicos

 

Com dois pacientes internados em leitos de UTI covid na rede pública, Petrópolis fechou a quarta-feira (10/11) com 3,03% na taxa de ocupação em leitos de terapia intensiva na rede SUS. É o menor número de pacientes graves internados na rede pública de saúde da cidade desde o início da pandemia, em março do ano passado. Na rede privada, três pacientes ocupam leitos de UTI, totalizando ao todo cinco pacientes em estado grave na cidade – também um dos menores números desde março do ano passado. Mais uma vez o município fechou o dia sem nenhum paciente internado em leitos clínicos na rede SUS – 0% de ocupação nos hospitais públicos. Em hospitais particulares três pacientes ocupavam leitos clínicos.

 

“Temos visto dia após dia os números confirmarem a importância da vacinação para que possamos superar a pandemia. Os dados das internações nos deixam esperançosos e confirmam que a Secretaria de Saúde vem conduzindo bem as ações referentes a pandemia, em especial no que se refere a vacinação. Estamos cada vez mais perto de vencer a pandemia e retomar o crescimento da nossa cidade”, destaca o prefeito Hingo Hammes.

 

Em abril deste ano - mês mais crítico da pandemia na cidade - a Secretaria de Saúde chegou a registrar 374 pacientes internados simultaneamente em hospitais públicos e privados, chegando a ter 169 pessoas em tratamento simultâneo  em leitos de UTI covid nas redes pública e privada. No fim da tarde desta quarta, a cidade tem ao todo, considerando leitos públicos e particulares,  oito pacientes internados: cinco em leitos de UTI e três em leitos clínicos.     

 

“Esta queda progressiva nos casos graves que observamos desde junho, confirma a importância da vacinação. A vacina é o nosso melhor instrumento para reduzir a circulação do vírus e os casos graves da doença. Agradeço a todos os profissionais que estão empenhados neste trabalho e aos petropolitanos que entenderam a importância da vacina e vêm fazendo a sua parte, buscando a imunização e assim colaborando para que possamos superar a pandemia”, destaca o secretário de Saúde Aloisio Barbosa da Silva Filho.


Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem