Segunda dose antecipada para este grupo estará disponível a partir de segunda (08/11)

 

Pessoas que receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 do laboratório Pfizer/BioNTech até o dia 20 de setembro podem receber a segunda dose do imunizante a partir desta segunda-feira (08/11). A redução no intervalo de aplicação entre a primeira e a segunda dose da vacina - de 12 para oito semanas - segue recomendação do Ministério da Saúde, que anunciou a medida no fim do mês de setembro.

 

“Para vencermos a pandemia, precisamos alcançar o maior número possível de petropolitanos vacinados. Temos hoje mais de 91% da população maior de 12 anos vacinada com pelo menos uma dose e 68% de grupo que concluíram o esquema de vacinação com a segunda dose ou dose única do imunizante. A antecipação da segunda dose da Pfizer é um passo importante para que possamos consolidar os bons resultados da vacinação que temos hoje”, destaca o prefeito Hingo Hammes. 

 

No mês passado a prefeitura anunciou a antecipação da segunda dose para pessoas que receberam a primeira dose do imunizante da Pfizer até 30 de agosto. “A antecipação está sendo feita de forma escalonada para que a vacinação siga de forma organizada e respeitando o prazo de oito semanas, necessário entre a aplicação das doses, conforme orienta o Ministério da Saúde. Na segunda-feira, as pessoas que foram vacinadas até o dia 20 de setembro completam as oito semanas necessárias para o intervalo. Nos próximos dias anunciaremos as demais  datas de antecipação”, pontua  secretário de Saúde Aloisio Barbosa da Silva Filho. 

 

Após a orientação do Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde passou a antecipar o prazo, estabelecendo as oito semanas para as pessoas vacinadas a partir do dia 1º de outubro. 

 

“As pessoas vacinadas a partir do dia primeiro de outubro já tiveram o intervalo reduzido, mas foi preciso organizarmos a antecipação para a aplicação daqueles que já tinham o agendamento no cartão de vacina para 12 semanas, pois estes também podem antecipar este prazo”, destaca o secretário, lembrando que, para atender estas pessoas,  foi preciso um planejamento.  “A Divisão de Imunização fez o planejamento considerando a chegada de novos lotes, o que nos permitiu  ter em estoque vacinas em quantidade suficiente e também para que a equipe da Divisão de Imunização fizesse o levantamento dos prazos, convocando as pessoas para anteciparesm a vacina na data certa”, explica Aloisio Barbosa.

 

A orientação é para que as pessoas vacinadas com a Pfizer verifiquem no cartão de vacinação o dia em que receberam a primeira dose e acompanhem as informações divulgadas pela Secretaria de Saúde para verificarem  a data para receber a segunda dose.  A segunda dose é aplicada no mesmo local em que a pessoa recebeu a primeira e não é necessário agendamento.

 

No momento da vacinação, a pessoa deve apresentar o cartão de vacinação, para que os dados referentes a primeira dose sejam conferidos pela equipe, CPF e documento de identidade com foto.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem