Dr. André de Sá Erap


A importância do cuidado regular da saúde do homem foi o foco das ações do Hospital Santa Teresa, de Petrópolis, durante o Novembro Azul. Na tarde da última terça-feira, os colaboradores puderam tirar suas dúvidas durante um encontro com o médico AndréSá Earp, coordenador do Serviço de Urologia do Hospital, que ministrou a palestra “Tenha coragem para cuidar da sua saúde”.

 

“Precisamos diminuir o preconceito que existe sobre o exame para diagnóstico do câncer de próstata. Realizá-lo não interfere na masculinidade e não altera a rotina do homem”, destacou o urologista, esclarecendo que 85% dos homens vão apresentar crescimento da próstata durante a vida, mas este crescimento nem sempre está relacionado ao câncer. “Esta alteração pode ser benigna ou maligna e só os sintomas não indicam o diagnóstico. É fundamental fazer o acompanhamento rotineiro com o urologista”, explicou.

 

Entre os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de próstata, segundo câncer mais comum nos homens, estão hereditariedade, obesidade, sedentarismo e idade. “Homens da raça negra também têm maior tendência de desenvolver este tipo de câncer”, contou André Sá Earp, informando que exames precoces podem identificar se as células podem evoluir para a doença. Por isso, a indicação é que a avaliação seja feita a partir dos 45 anos nos casos em que o paciente apresente os fatores de risco e, aos 50 anos, caso não haja histórico familiar. Quando houver sintomas, como: jato urinário fraco, frequência urinária aumentada, ardência, incontinência urinária, entre outros, o exame urológico deve ser feito em qualquer idade.

 

Segundo o médico, a avaliação deve ser realizada por meio do histórico do paciente, do exame físico feito pelo toque retal e de exames complementares. “Só a realização do PSA (antígeno prostático específico) não dá a segurança de que a próstata esteja saudável. O toque precisa ser feito anualmente e é um exame rápido e indolor. O tratamento precoce é responsável pela cura de 90% dos casos de câncer de próstata”, garantiu.

 

Além da palestra, os colaboradores participaram de sorteios de prêmios e de uma ação de beleza, quando receberam cuidados especiais, em parceira com o Projeto Hora da Metamorfose. Vinte e seis colaboradores fizeram cabelo, barba e sobrancelha.

 

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem