jogando com as crianças



Dicas para pais de crianças e jovens


A intenção é incentivar dicas em tempos de afastamento social


Nesse período de isolamento social, em que crianças e jovens estão em casa, longe do ambiente escolar, a equipe do Departamento de Educação Especial, da Secretaria de Educação de Petrópolis vai enviar dicas para os pais e responsáveis pelos alunos da rede municipal de Educação, através dos gestores das instituições de ensino. O Departamento também está disponibilizando um email e telefone para suporte no atendimento durante período de suspensão das aulas: psicologiaescolar.pmp@gmail.com  

A intenção é a de dar dicas sobre atividades que incentivem a saúde mental durante o afastamento social. “São dicas para dar apoio aos pais. Não é fácil ficar no isolamento, principalmente para as crianças e jovens. A atenção tem que estar redobrada e é por isso que os profissionais que atuam no Departamento de Educação Especial estão à disposição para dar auxílio aos nossos alunos”, explica a secretária de Educação, Marcia Palma.

Entre as primeiras dicas estão: 

1-Fique atento a rotina: a organização é necessária para o bem-estar de todos;

2-Tente realizar uma atividade diária prazerosa que todos possam interagir: jogos, leituras e até uma receita gostosa!

3-Fique alerta para a mudança de comportamento dos filhos, em geral, a irritabilidade, o isolamento, a agressividade, a dispersão e a ansiedade podem ser sintomas gerados pelo processo de distanciamento social;

4-Conversem com os seus filhos: seus interesses, dúvidas e incentivem pesquisas.

5-Busque estabelecer uma comunicação saudável onde seu filho também possa ser ouvido;

6-Faça a higiene recomendada das mãos, não esqueça, a saúde mental também é importante: incentivem desafios, descoberta de novos livros, filmes e conversas com os amigos online!

7-O departamento está disponibilizando, inclusive, o atendimento por telefone de segunda a sexta-feira. Os números foram repassados para os gestores das escolas.

“A atenção nesse momento é importante para que os pais possam reconhecer sinais de que os filhos precisam de auxílio. O isolamento não é fácil para ninguém. Esperamos poder contribuir, de alguma forma com dicas e sugestão de atividades”, acrescenta Bianca Caetano, chefe do Departamento de Educação Especial.

Leia também:












Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis