Chances podem chegar a 95%

 

Conjunto de especialidades no Hospital Unimed Petrópolis

 

O diagnóstico de uma doença na sua fase inicial torna maior o potencial de cura. No caso do câncer de mama, as chances podem chegar a 95%. Mas para isso, a busca rápida por profissionais e tratamentos é imprescindível.

 

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), existem duas modalidades de tratamento do câncer de mama. O tratamento local, como sugere o nome, foca em uma determinada região com tumor e inclui cirurgia. Já o tratamento sistêmico ocorre através de quimioterapia, terapia hormonal e terapia alvo. Todos esses, oferecidos no Hospital Unimed Petrópolis, que conta com o Centro de Oncologia e Terapia Infusional. Atualmente, 85 pacientes estão em tratamento na unidade.

 

“Nós temos um atendimento multidisciplinar, com médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, farmacêutico, psicólogo e nutricionista. O bom trabalho realizado por todos não só permite bons resultados dos tratamentos, como também proporciona mais tranquilidade e segurança aos nossos pacientes, que precisam muito disso”, explica um dos oncologistas da Unimed Petrópolis, Bruno Vargas.

 

Ainda de acordo com o especialista, os tratamentos variam de acordo com o estágio do câncer de mama. O estado de saúde geral e as preferências das pacientes também são fatores que contribuem para o tipo de tratamento a ser feito, pois é necessário analisar as necessidades individuais.

 

“Nós acolhemos a paciente que vem fazer quimioterapia ou outro tipo de tratamento. A gente vai prevenindo efeitos tóxicos, efeitos colaterais. Tudo isso de maneira muito humanizada, pois queremos que o tratamento seja o mais leve possível”, complementa a enfermeira assistencial da Unimed Petrópolis, Sandra Siegrid de Brito.

 

Câncer de colo do útero

 

Neste mês, a campanha OutubroRosa ganha destaque. Embora muitas pessoas acreditem que o foco é apenas no câncer de mama, também ocorre a conscientização do câncer de colo do útero. Segundo o INCA, esse é o terceiro tumor maligno mais frequente nas mulheres, ficando atrás apenas do câncer de mama e do colorretal. O oncologista Bruno Vargas, reforça a importância da detecção precoce e tratamento.

 

“Radioterapia e quimioterapia são tratamentos que podem ser adotados. Vale ressaltar que o diagnóstico precoce é fundamental para a rápida recuperação das pacientes, e claro, a prevenção é sempre a melhor opção. Ela pode ocorrer através de exames como o Papanicolau, por exemplo”, finaliza o especialista.


Leia também:


Especialista de Petrópolis alerta sobre o câncer de mama em homens


Fisioterapeuta tem papel fundamental na recuperação da Covid-19

  

 Unimed Petrópolis promove campanha virtual de conscientização a prevenção do câncer de mama


Outubro Rosa: Dia D da Doação de Sangue em Petrópolis será no sábado

 


Assista ao vídeo:


Médico fala sobre a importância da prevenção

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis