Dr. Rafael Gomes de Castro - Presidente da Unimed Petrópolis

Aumento de 70% das internações

 A cooperativa de saúde inicia uma nova campanha de conscientização e reforço das medidas de higiene e proteção para toda a população petropolitana.

 

Nas últimas semanas a UnimedPetrópolis acompanha o preocupante crescimento no número de internações e de diagnósticos positivos pelo Coronavírus. Em apenas 15 dias, o Hospital Unimed Petrópolis apresentou alta de cerca de 70% das internações. Já os casos positivos, assim como ocorreu em agosto, voltaram a apresentar alta, com média de 05 pacientes diagnosticados positivos por dia. Nos últimos meses o número se estabilizou em uma média de 03 atendimentos positivos por Covid-19 por dia.

 

 Graças aos esforços das equipes multidisciplinares do hospital e do gabinete de crise da Unimed Petrópolis no tratamento aos infectados, o número de óbitos pela doença é reduzido. Em 8 meses de pandemia, o Hospital Unimed Petrópolis registrou 33 óbitos. Em contrapartida, ao longo desse período foram mais de 500 pacientes em tratamento domiciliar.

 

Assim como em outras regiões do Brasil, a alta nos casos positivos de Covid-19 está atrelada ao relaxamento da população quanto as medidas de prevenção e higiene, como explica o Presidente da Unimed Petrópolis, Rafael Gomes de Castro.

 

“Estamos novamente alertando não só os nossos mais de 30 mil clientes da Unimed Petrópolis, como também a toda população do nosso município. A prevenção é a chave do combate à doença. Por isso, é extremamente importante o uso de máscaras em ambientes fechados ou ao ar livre, realizar a higienização das mãos com álcool 70% líquido ou em gel, ou água e sabão frequentemente, além de respeitar o distanciamento social, evitando ao máximo aglomerações.”, alerta Rafael Gomes de Castro.

 

Outro fator que contribui para esse aumento são as mutações do vírus que podem causar novas infecções, como apontam os estudos recentes sobre a doença, ocasionando até mesmo em uma possível reinfecção.

 

“Estamos nos aproximando ao período de férias e as crianças também são motivo de alerta. Como, na maioria das vezes elas não apresentam sintomas, elas podem transmitir o vírus facilmente, principalmente aos idosos, que se enquadram no grupo de risco.”, reforça o presidente da Unimed Petrópolis, Rafael Gomes de Castro. 

 

Assista ao vídeo:



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
 https://www.unimed.coop.br/web/petropolis