Foto: Hélio Dias

O programa de segurança alimentar e nutricional Mesa Brasil Sesc RJ distribuirá nesta terça-feira (27/4) 2 toneladas de alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade social de Petrópolis, em uma ação que conta com o apoio do Sindicato do Comércio Varejista (Sicomércio). Isso é parte de um montante de 50 toneladas que serão doadas em 22 municípios do estado, beneficiando cerca de 26 mil pessoas.

 

O conteúdo das doações são cestas de hortifrutigranjeiros (frutas, verduras e legumes) oriundos de propriedades rurais que integram o Mesa no Campo. Por meio do projeto, os produtores fornecem seus excedentes – alimentos em perfeito estado e com alto valor nutritivo, mas pouco aproveitamento comercial - ao Mesa Brasil Sesc RJ. O programa, por sua vez, os repassa para entidades socioassistenciais cadastradas, que fazem a distribuição ao público final.

 

A ação integra a campanha Rio de Mãos Dadas, conjunto de iniciativas do Sistema Fecomércio RJ (Sesc RJ e Senac RJ) que visam a envolver as pessoas em um clima de positividade e esperança em 2021.

 

“Essa agenda de distribuição de alimentos tem como objetivo fazer frente ao cenário que estamos vivendo nesses primeiros meses do ano. Além da queda nas doações recebidas por ONGs e outras entidades, há um crescimento no número de pessoas que perderam suas fontes de renda por conta do recrudescimento da pandemia da Covid-19 e as medidas restritivas adotadas para conter a propagação do vírus. O Sistema Fecomércio RJ, por meio do programa Mesa Brasil Sesc RJ, tem o compromisso de ajudar essas pessoas, muitas delas trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo”, diz o presidente do Sistema Fecomércio RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior. 

 

O presidente do SicomércioPetrópolis, Marcelo Fiorini, acredita que este tipo de parceria é necessário para diminuir o impacto que a pandemia causou: “A cidade de Petrópolis foi afetada severamente pela crise sanitária, não só no aspecto da saúde, mas também econômico. O setor turístico, que é um dos motores da nossa economia, ficou durante muitos meses praticamente paralisado, resultando em desemprego e sofrimento para muitas famílias. O comércio também vem sobrevivendo depois do fechamento de oportunidades de trabalho. Ao atender nosso pedido trazendo o Mesa Brasil Sesc para o município, o presidente Antonio Florencio de Queiroz Junior reforça o compromisso que temos com a sociedade”, salienta Fiorini.

 

Retomada da confiança

Além das doações, a campanha Rio de Mãos Dadas engloba uma série de ações, com participação dos setores público e privado, para incentivar a retomada da confiança dos fluminenses, sob o impacto dos efeitos da pandemia de Covid. Ao longo do ano, estão previstas iniciativas como intervenções urbanas, exposições itinerantes, maratonas virtuais, iniciativas voltadas para empresários, cursos adaptados ao “novo normal”, entre outras. A campanha é simbolizada por esculturas em formato de mãos que se unem, representando a esperança da retomada de contatos, planos e afetos. Com 2 metros de altura e personalizadas por dez artistas, as obras foram expostas em vários pontos da capital do Rio de Janeiro e depois seguirão para o interior do estado.

 

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem