Henrique Avancini (Foto: divulgação / Surto Olímpico)


Por Petrópolis em Cena

O prefeito interino Hingo Hammes confirmou que Petrópolis vai abrir o calendário da Copa Internacional deMountain Bike (CIMTB) em abril de 2022. O objetivo é que a prova sirva como evento teste para a realização da Copa do Mundo de Mountain Bike, que acontece no mesmo mês do ano que vem. Os eventos serão realizados em uma pista construída em uma fazenda no Vale do Cuiabá.

 

"Escolhemos Petrópolis para abrir o calendário para dar a oportunidade dos atletas brasileiros conhecerem a pista em que será realizada a Copa do Mundo", explica Rogério Bernardes, organizador da CIMTB. Ele esteve reunido com Leandro Kronemberger, secretário de Esporte, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL), para definir as datas.

 

"É um evento esportivo que proporciona diversos avanços para o município: esportivo, turístico e financeiro. No ano que vem a vacinação estará bastante avançada e estamos confiantes na realização das duas provas. Petrópolis será destaque mais uma vez no Mountain Bike", disse Berg, lembrando ainda da importância do atleta Henrique Avancini para o município.

 

"Ajudei a trazer a Copa Internacional em 2019 e foi um grande sucesso de público na época. Também criamos a Copa Imperial de Mountain Bike que foi um sucesso nos dois anos em que foi realizada. Agradeço o empenho e o apoio do Henrique Avancini, que acredita no potencial da nossa cidade e luta para que tudo isso aconteça em Petrópolis", destacou o prefeito interino Hingo Hammes.

 

O mercado brasileiro de ciclismo vem crescendo de forma estável já algum tempo. Segundo a Abraciclo, o crescimento da produção no Brasil em 2020 foi de 12,8%, com um total de 750 mil bicicletas fabricadas. Um dos motivos desse aumento é a bike entrando no dia a dia do brasileiro durante a pandemia, como explica Rogério.

 

"Queremos que a Copa Internacional seja inesquecível para os participantes. Assim como vamos fazer o melhor trabalho possível para que a Copa do Mundo não saia nunca mais do Brasil”, ressalta Rogério.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem