De acordo com o Ministério da Saúde, imunossuprimidos podem receber a dose de reforço a partir de 28 dias após a aplicação da segunda dose

 

  

Pessoas que têm imunidade baixa (imunossuprimidos) e fazem parte do grupo apto a receber a dose de reforço contra a covid-19 podem se vacinar em Petrópolis sem a necessidade de cadastro prévio a partir desta sexta-feira (1º/10). De acordo com o Ministério da Saúde, no caso deste grupo, diferente dos idosos, a dose de reforço deve ser aplicada 28 dias após o recebimento da segunda dose. Levantamento feito pela Divisão de Imunização da Secretaria de Saúde antes da aplicação da dose de reforço, em 14 de setembro, apontou que cerca de 2.300 pessoas com imunidade baixa foram vacinadas contra a covid-19 em Petrópolis. Fazem parte deste grupo pacientes com doenças renais crônicas em diálise, pessoa com câncer, pessoas que vivem com HIV, entre outras doenças que causam perda de imunidade. Até quarta-feira (29/09) 363 destes  pacientes imunossuprimidos receberam a dose de reforço que aumenta a proteção contra a ação do novo coronavírus.

 

“Estamos iniciando nesta sexta (1º/10) a vacinação de adolescentes com 12 anos e, em paralelo fazendo o a aplicação da dose de reforço da vacinação, conforme as orientações do Ministério da Saúde. A Secretaria de Saúde faz todo um planejamento para possamos manter a vacinação organizada para que seja possível atender todos os públicos a medida em que a campanha está avançando. A vacinação de cada petropolitano é importante para a proteção de todos”, destaca o prefeito Hingo Hammes. 

 

A dose de reforço para pacientes imunossuprimidos está sendo aplicada nos seguintes pontos de vacinação: Campus da UCP Benjamin Constant (Centro), Parque Municipal (Itaipava), Centro de Saúde Professor Manoel José Ferreira (Centro), Clube Palmeira (Itamarati), Esporte Clube Magnólia (Bingen). Para a aplicação da dose de reforço, é obrigatória a apresentação do comprovante de vacina, além de documento pessoal com foto e CPF.

  

“No momento em que a pessoa comparecer para receber a dose de reforço é preciso apresentar o cartão de vacinação para que a equipe verifique o tipo de vacina que foi aplicada anteriormente e possa conferir também a data em que a aplicação da segunda dose foi feita, garantindo que o prazo para receber o reforço está correto. Esta orientação vale tanto para os imunossuprimidos quanto para os idosos. Importante destacarmos mais uma vez que os resultados da vacinação já são visíveis, com a redução dos quadros graves da doença e redução no número de internações. É fundamental que todos se vacinem”, reforça o secretário de Saúde Aloisio Barbosa da Silva Filho.

 

Até quarta-feira (29/09) Petrópolis tinha 234.656 pessoas que receberam pelo menos uma dose da vacina e 137.854 pessoas que concluíram o esquema de vacinação, recebendo as duas doses ou a vacina em dose única.

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem