Profissionais de saúde de Petrópolis que atuam na linha de frente no combate ao coronavírus no Hospital Municipal Nelson Sá Earp foram os primeiros a serem vacinados nesta quarta-feira (20). Equipes de enfermagem, sob a coordenação da Epidemiologia do município, se deslocaram até o HMNSE para o trabalho de imunização. No primeiro dia de vacinação em Petrópolis, idosos residentes em duas instituições de longa permanência também foram vacinados.

 

“Demos mais um importante passo nesta quarta-feira no combate à Covid-19 no município. Iniciamos a imunização dos profissionais de saúde que, há dez meses, estão lutando contra a doença e dedicando suas vidas para salvar a de seus pacientes. Estamos confiantes de que em breve poderemos ampliar a vacinação para todos os profissionais da área”, comentou o prefeito interino Hingo Hammes, garantindo que segue em contato com as demais esferas governamentais na busca por mais doses da vacina. 

 

Neste primeiro dia, 196 pessoas foram vacinadas. No HMNSE, a primeira delas foi a auxiliar de enfermagem Márcia Hilário Machado, 49 anos, que há 15 anos é servidora pública. “Estou muito emocionada. Passamos um ano sofrendo com a perda de pacientes e a vacina é a nossa esperança”, declarou a servidora.

 

A farmacêutica Ana Beatriz Moscoso também foi uma das imunizadas no hospital. Ela conta que, atuando no hospital, na UPA Centro e no ponto de apoio, tomou todos os cuidados para não se contaminar e não levar o vírus para dentro de casa. “Estávamos esperando pela vacina há muito tempo e, com a vacina, terei mais tranquilidade para continuar atuando”.

 

A vacinação também aconteceu na Bougainville Residência Geriátrica e no Lar Nossa Senhora Aparecida. “Nossas equipes da Vigilância Epidemiológica estão fazendo o transporte das vacinas até as unidades, com apoio da Polícia Militar. Estamos fazendo uma triagem rigorosa dos profissionais para que a aplicação da vacina só seja realizada, neste momento, naqueles que realmente estão atuando no combate à Covid-19”, explicou a chefe de Imunização Simone Sisnando.

 

O Secretário de Saúde, AloisioBarbosa da Silva Filho, acompanhou a vacinação e contou que a estimativa é aplicar as 4.905 doses recebidas em até duas semanas. “Estamos aumentando o número de equipes de enfermagem para agilizarmos a vacinação”, adiantou. O secretário ressaltou que, mesmo com a chegada da vacina, ainda é fundamental manter todos os cuidados recomendados, como evitar aglomerações, usar máscaras e higienizar sempre as mãos.

(Edição: 20/01/2021)

Post a Comment

Gostou da matéria? Deixe seu comentário ou sugestão.

Postagem Anterior Próxima Postagem